Helton quer a volta dos Trens de Passageiros

Helton quer a volta dos Trens de Passageiros

No Brasil a maior parte dos trens de passageiros foi erradicada. Nos dias de hoje, sobraram poucas opções de trens de passageiros e turísticos.

Em entrevista ao Jornal do Brás, dia 12 de fevereiro último, o síndico do condomínio Piazza Del Duomo, Helton Sidney dos Santos Maximo, disse que pretende colocar em prática um projeto para trazer de volta estas linhas de longa distância.

Helton já conta com o apoio de alguns políticos, entre eles a deputada sorocabana Maria Lúcia Amary (PSDB), que, segundo ele, apresentou projeto tentando criar uma linha de São Paulo até Itapetininga, com parceria público-privada. Outras personalidades políticas com as quais ele mantém contato são a senadora Heloisa Helena, a deputada Luciana Genro, filha de Tarso Genro, e o deputado estadual de Sorocaba, Raul Marcelo. Todos são do PSOL – Partido Socialismo e Liberdade.

Caçador de Trens

Ele acredita que o futuro é o trem, por várias vantagens: não polui e não cria dificuldades de manutenção, ao contrário das estradas, cheias de buracos. Helton, conhecido como o Caçador de Trens, diz que a sensação é muito gostosa estando dentro de um, reforçada pelas bonitas paisagens. “No ônibus, a pessoa se limita a um único lugar. No trem, se a viagem é longa, ela pode num vagão restaurante se alimentar, e andar”, diz ele. “Um ônibus leva no máximo 48 pessoas. Já um vagão, aproximadamente, transporta 200”, argumenta. Outra vantagem, diz ele, é que o trem não passa por pedágio.

O paulistano Helton, que morou em Sorocaba durante 12 anos, e é fotógrafo há mais de 20, tem fascinação por trens, desde criança. Coleciona fotos de trens pelo Brasil afora, feitas por ele viajando

pelas últimas linhas que ainda restam: Campinas- Jaguariúna (com extensão de 24 km e mantida pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF), Bernardo Monteiro, Curitiba-Morretes (110 km), Ouro Preto-Mariana e Belo Horizonte-Vitória (664 km), as duas últimas mantidas pela Companhia Vale do Rio Doce.

Trem do Forró no Nordeste

Pelo Nordeste, existe o Trem do Forró. Para mais informações, acesse www.cbtu.gov.br ou www.tremdoforro.com.br.

O morador do Brás lembra que o presidente Lula colocou como plataforma de sua campanha à reeleição, batalhar pela volta dos trens de passageiros. “Os ferroviários me dizem que a única coisa que chega é máquina de carga”, lamenta Helton, que está indo atrás de patrocinadores para o projeto. Outra ideia sua é realizar uma mostra de fotografias na região com a ajuda de um artista plástico. “Tudo que seja relativo a trens, seja escultura ou pintura”.

Helton criou comunidades e dois perfis (Caçador de Trens 1 e 2) no Orkut e um site na Internet pela volta do trem de passageiro – www.cacadordetrens.com.br. Contatos e parcerias pelos fones (11) 3498-3259 e 98218-1205 ou pelo e-mail contato@cacadordetrens.com.br.

Fonte: Jornal do Brás –  Eduardo Cedeño Martellotta